2via boleto

O que é e como implantar um programa de fidelidade

Fidelizar o cliente é o sonho de qualquer lojista e, atualmente, essa é uma expressão de uso bastante comum. Pesquisas revelam que em 5 anos as empresas perdem 50% dos clientes, sendo que 70% por (falta de) relacionamento. Preocupante, não?


Para começar a nossa conversa, é importante entender o conceito de fidelidade. No âmbito dos negócios, um cliente fiel é aquele que prestigia um estabelecimento comprando produtos ou contratando serviços por um período prolongado de tempo e dando preferência para este em caso de concorrência acirrada.


Os programas de fidelidade são velhos conhecidos do varejo e muito utilizados quando se trata de garantir mercados, aumentar a receita e melhorar o relacionamento com o cliente. São programas de incentivo contínuo para recompensar clientes e encorajar a realização de novos negócios. Sabidamente, os clientes cadastrados em programas de fidelidade passam a obter benefícios, através de pontos que vão se acumulado a cada compra realizada.

Implantando um programa de fidelidade


Um bom programa de fidelidade deve oferecer benefícios e vantagens reais, que façam com que o cliente se sinta valorizado e nem pense em te trocar pelo concorrente, certo? Os prêmios obtidos ao fidelizar-se ao seu programa devem ser tão bons e tão tentadores, a ponto de fazer com que o associado tenha “preguiça” de buscar novos fornecedores. Para saber se o seu programa (ou projeto) é realmente bom, avalie se:

Os associados sentem-se realmente atraídos pelos prêmios oferecidos pelo programa?


A fórmula de recompensas é percebida como justa e interessante pelos clientes?


Os membros do programa percebem que é prático e fácil resgatar os prêmios?


O que os programas de fidelidade concorrentes estão oferecendo aos seus clientes ou potenciais associados?


Mas é importante avaliar também o seu lado, afinal, nem todo programa de fidelidade pode ser realmente vantajoso para você! Para descobrir se é o seu caso, procure responder outras quatro questões também importantes:


Os clientes utilizarão seus prêmios?


Quando os associados utilizarão esses prêmios?


Qual o custo para a sua empresa do prêmio que está sendo concedido ao cliente?


Qual a conversão ideal de pontos, que por um lado seja estimulante para o membro do programa e ao mesmo tem vantajosa para a sua empresa?


Conseguir equacionar e equilibrar essas questões fará do seu programa uma excelente estratégia de fidelização, ou seja, atrativo para o cliente e rentável para a sua empresa. Se ainda não pensou nisso para manter e captar novos clientes, está na hora de sair da sua zona de conforto e inovar. 

Quer conhecer um programa de fidelidade diferente, que não acumula pontos e sim devolve dinheiro de verdade ao consumidor? Acesse o portal do Méliuz e descubra! Lucas Marques, COO do Méliuz, é convidado confirmado na Convenção do Comércio Lojista Mineiro 2017 e vai apresentar essa ideia revolucionária no nosso encontro! 

 

www.fcdlmg.com.br